#euamoomeuprefeitoradicalmente

Parece que o fim de ano é o momento propício para os belo-horizontinos serem presenteados com, digamos, uma ou outra surpresa estapafúrdia do prefeito Márcio Lacerda.

Após o erro de ter se candidatado à reeleição – erro que só não supera o equívoco de ter sido reeleito -, muitos se perguntavam o que mais poderia se esperar dele, o prefeito Márcio Lacerda.

 

Daí, em um belo dia, você se depara com isso:

Prefeito 1

 

Depois, com isso:

Prefeito 2

 

E com isso:

Prefeito 3

 

E constata que sim, o prefeito Márcio Lacerda chegou ao seu limite. Porém, anestesiado pelo espírito natalino, o prefeito-bom-velhinho dos belo-horizontinos guardou o melhor para o final, e conseguiu se superar ainda mais promovendo isso:

Prefeito

 

E de amigo oculto, o que os belo-horizontinos poderão dar para o seu ilustre prefeito? Nós sugerimos uma edição de Cartas Chilenas, com dedicatória e tudo mais.

 

Feliz 2013 ao prefeito Márcio Lacerda.

.

.

#putafaltadenoçãodegeografia

Responda rápido: em qual Estado brasileiro está localizada a cidade de Cuiabá?

A resposta é: depende – se você for o baterista da banda Restart, ou Cuiabá realmente fica no Mato Grosso do Sul ou você é dono de um nível de ironia com o seu público tão grande que ninguém percebeu a mordacidade do seu comentário.

 

Considerando o retrospecto do baterista em questão, ficamos com a primeira opção. E você achando que o desmembramento do Estado do Pará era uma questão polêmica… tsc, tsc.

Dicionário ilustrado de expressões políticas

“nepotismo”:

Independente do contexto, pode ser empregado como sinônimo de valor tautológico para “ações de gabinete”. Sobre as contratações, a assessoria de Tiririca justificou que os deputados precisam de funcionários que entendem das suas áreas de atuação. Nas entrelinhas: ser político e ser humorista nunca foram coisas tão indistintas.

Ao menos, parece que Tiririca já sabe muito bem o que um deputado federal faz.

Das verdades ilícitas

“Verdade? O que é a verdade?”, questionava a instável Ana, personagem de Crônica da Casa Assassinada, obra-prima de Lúcio Cardoso. Alvo preferido da pós-modernidade, o conceito de verdade como um paradigma único e absoluto foi amplamente relativizado a ponto de, como legado dessa trangressão das tradições, não mais haver premissa que não possa ser desconstruída.

A tensão que, todavia, perpassa tudo isso é: como aceitar uma verdade instituída quando a relativização dela é mais adequada? Em outras palavras:


Como se portar frente a verdades que se assemelham a piadas?

Parece brincadeira de 1º de abril – mas não é.
Mise-en-abyme epistemológico em 10, 9, 8, 7…

Das anedotas educacionais

O Plano Nacional de Educação (PNE) para o decênio 2001-2010 previa o investimento de 7% do PIB na área educacional. Contudo, até o ano passado, essa meta não havia sido alcançada, tendo-se investido em 2010 cerca de 5,1% do PIB em educação. Para se ter uma ideia, no mesmo período a Suécia investiu 7,6% do seu PIB em educação e Israel, 8%.

Para o decênio 2011-2020, o principal objetivo é destinar efetivamente 7% de toda a riqueza produzida pelo país à educação em um prazo-limite de 4 anos e fomentar um investimento progressivo que atinja um repasse de 10% do PIB até 2020. Com isso, espera-se promover antigas – e necessárias – medidas, como a valorização dos professores,  a revisão do piso salarial da categoria, a erradicação do analfabetismo, a garantia do atendimento em creches para crianças de até 3 anos e a ampliação da educação em tempo integral na rede pública de ensino.

E o que a Câmara dos Deputados tem feito em prol da educação no Brasil?

Qual foi o argumento usado para a indicação? “— Ele foi indicado pelo fato se ser um humorista de êxito no Brasil.” Risos.

Pior do que estava, ficou.

Da Terpsícore

Retirado do limbo abissal do ostracismo e do lodo que margeia  o Lethes, Jacaré, ex-dançarino do grupo Gera Samba Companhia do Pagode É o Tchan, foi entrevistado para opinar sobre o novo clipe do Radiohead, Lotus Flower, e a dança que o vocalista do grupo Thom Yorke faz no vídeo.

“Na verdade, ali não tem nada de dança. Thom Yorke não sabe nada de dança. Ele faz movimentos aleatórios”.

Isto é:

Aqui, você vê movimentos aleatórios.


Aqui, você vê arte – quase uma Isadora Duncan, eu diria.

Realmente: pau que nasce torto nunca se endireita. Agora é esperar a resenha crítica que Jacaré está finalizando sobre Með suð í eyrum við spilum endalaust, álbum da grupo islandês Sigur Rós.

Do pathos (ou Freud explica)

O professor Sérgio Alcides deveria se precaver da iminente tentativa de homícidio enquadrado como crime passional.

 

Sérgio Alcides, se você está lendo isso, tenha cuidado. Para um assassino, não há artigo 28 do Código Penal Brasileiro – nem licença poética – que o impeçam de cumprir, digamos, os seus desígnios.