Inri e as leis

Conhece aquele versículo bíblico que diz: “Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. Vos hão-de prender e perseguir, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome.”?

Pois é. Parece que a mais de 2000 anos o grande inimigo de Cristo é o sistema judiciário e penal do mundo.  Sejam fariseus ou juízes (a diferença é mínima, ad literam), o que vem mudando é só a pena. No mínimo é incoerente enquadrar o Filho do Homem, injustamente designado com “sem Pátria” e “sem filiação”,  no art. 288 do C.P.B – incitação ao crime contra a paz pública.

Mais incoerente ainda foi o perito que ajudou a lavrar a ficha carcerária de Inri Cristo, que muito displicentemente afirmou que Ele não possuía marcas nem cicatrizes. Ao que tudo indica, o tal perito se chamava Tomé, afirmam as fontes extraoficiais.

Prendem Cristo mas não prendem o Maluf: Aba Pai.

Anúncios