Essa tal de imparcialidade

Lição rápida de como se fazer jornalismo na internet respeitando os traços prototípicos de cada gênero textual: quer manter a imparcialidade do seu texto em prol da objetividade e da pretensa confiabilidade que ela confere?

Escreva uma notícia e publique na seção de Economia do seu site:

Imagem

 

Mas quer deixar sutis marcas de subjetividade e se valer de o quanto um pouco de ironia na vida pode dar um colorido todo especial para um mesmo fato?

Escreva um artigo de opinião travestido de notícia relevante e publique no seu blog:

Imagem

 

Afinal, entre um PIB e um pibinho, (ou melhor ainda: entre discurso otimista e o gogó da presidente) há um certo eufemismo que preferimos chamar de “seleção vocabular perigosamente argumentativa”. Zilda Gaspar Aquino e Ingedore Koch que não nos deixem mentir!

 

Na dúvida, continue nos lendo: não há nada que aumente o respaldo e a confiança como escrever no WordPress.

 

Anúncios

Viva Dilma!

Se existe uma virtude que valorosamente nos caracteriza, queridas brasileiras e queridos brasileiros,  é a receptividade: