A interação e suas falhas

Quem acessa a edição virtual do jornal Estado de Minas e, para o bem da conversação e da interação entre aquele que escreve e aqueles que lêem, tenta postar algum comentário sobre qualquer notícia lida é obrigado a se deparar com, digamos, um redirecionador de footing:

Afinal, falta de educação em interações, mesmo que virtuais, ainda é bastante reprovável (a menos que você seja Catherine Kerbrat-Orecchioni, mas isso já é uma outra história).

Desclassificados

A originalidade de alguns classificados que, volta e meia, aparecem nos jornais é tamanha que chega a fragilizar até mesmo a sua própria credibilidade. Imagine você, enquanto toma o café da manhã, ao pegar o seu periódico e se deparar com um anúncio como este: o que você pensaria?

“É… Walter Benjamin tinha razão…”

Pelo menos não estava na seção Relax – ainda.